Governança de Bens Comuns e o Ano Internacional das Florestas no I Fórum Regional de Meio Ambiente – João Monlevade/ MG

    O GTHidro através das pesquisadoras Anastácia Schroeder e Thaianna Cardoso, se fez presente nos dias 24, 25 e 26 no I Fórum Regional de Meio Ambiente, João Monlevade – MG, com o tema central: Ano Internacional das Florestas. Evento promovido pelo Instituto Arbore, ao qual possibilitou uma aproximação com diversos grupos, acadêmicos e sociais, implicados com a construção conjunta de uma sociedade comprometida com a sustentabilidade da região.

    GTHidro e Instituto Arbore

    A participação se deu no Simpósio de Biodiversidade no dia 26 de maio, com o painel: Governança de Bens Comuns e o Ano Internacional das Florestas. Apresentação disponível:

    A oportunidade possibilitou um encontro rico em intercâmbio de experiências com o Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba, Lusifith Chafith Felipe, Bacia que abrange 21 municípios do Estado de MG e tem o desafio de mediar e arbitrar conflitos intensos em função de usos das águas da região.

    Fazendo parte desse cenário, João Monlevade que possui cerca de 2.500 pequenas indústrias e prestadores de serviços, em especial nos ramos de forjaria, serralheria, usinagem e caldeiraria, mas assim como a maioria dos municípios da região hidrográfica tem como principal fonte de renda essencialmente o pólo extrator e beneficiador de minério de ferro muito significativo para o cenário mundial.

    Jazida de Brucutu

    Segundo Thaianna, a experiência de troca de conhecimento e contato com um Comitê com 10 anos de trabalhos foi extremamente enriquecedora, principalmente pelo envolvimento com a Gestão Social da Bacia Hidrográfica do Rio Cubatão-Sul SC, cuja realidade se difere tanto da Bacia do Piracicaba que encara desafios ambientais “faraônicos”.

    Agradecimentos especiais, a Família Assis, ao Instituto Arbore, a comunidade acadêmica da UEMG, pessoas que acolheram com tanto carinho e mostraram a bondade que existe no coração do povo Mineiro, pois o aprendizado maior foi proporcionado pela vivência com essas pessoas iluminadas durante nossa estada – Anastácia e Thaianna.